Privacidade e silêncio

Grande verdade!

Cada vez me identifico mais com esta afirmação

Os tratamentos quase a começar

Muitas idas a Coimbra

Desejo de privacidade e silêncio

Quem ainda não sabe o que vou fazer

Não terá nunca de saber

Quem eu acho que devia saber

Já fiz questão de dizer

 

Não tenho de dizer sempre onde vou

Porque vou

O que vou fazer

Posso ir só porque sim

Por vontade

Posso ir por obrigação

Porque tenho algo que fazer

Mas onde?

No sítio para onde vou

Que sítio é esse?

É o sítio onde vou estar depois da viagem para lá chegar

Aquele de onde vou sair quando tiver de regressar

É a minha vida

A minha privacidade

Algo que EU vou fazer

E a ninguém tenho obrigação de dizer

 

E quando me apetecer estar em casa

Só em casa, sossegada

Em silêncio, a pensar

Eu e a minha pessoa

A imaginar as coisas boas do amanhã

A ponderar maus resultados

A fazer e pensar no que bem me apetecer

Pesquisar, desabafar, ler, escrever

 

Estar no silêncio ou só com ele

Que percebe tudo isto melhor que niguém

Está e estará comigo

Apoia-me e apoiar-me-á sempre

Deseja o melhor tanto quanto eu

 

Vou falar com quem entender

Desabafar com quem me apetecer

E a quem nada quiser dizer

Com a curiosidde terá de permanecer

 

Onde terei ido?

O que terei ido fazer?

Porque vou lá tantas vezes?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s