FIV #1 – O começo

Hoje, dia 14 de julho, às 8h30, estava a chegar ao edifício S. Jerónimo. Afinal as análises ao sangue já estavam feitas desde a consulta anterior.

Fiz apenas uma ecografia endovaginal onde a dtra viu que, este ciclo, produzi apenas 3 folículos do ovário esquerdo e nenhum do ovário direito.

As enfermeiras ejudaram-me com a preparação do medicamento. Passei na farmácia e comprei também o Folicil (para tomar 1 comprimido diariamente, juntamente com cada injeção).

Depois vim para casa, dei a injeção às 13h30 e assim terei de fazer todos os dias (como já tinha dito, têm de ser administradas entre as 12h e as 15h sempre à mesma hora). Não me custou nada. Não sei se foi por ser a primeira..

Mandaram-me voltar dia 18 de julho, sexta-feira. Vou fazer análises ao sangue e nova ecografia, para saber se o meu corpo está ou não a responder corretamente ao tratamento.

 

[Ah! Pela estadia no Tryp paguei 55€ pela noite, por ser a tarifa mais baixa, uma vez que o hotel tem protocolo com o hospital. Como fica mesmo ao lado, de manhã, desloquei-me a pé. Pensava que tinha de ir em jejum, portanto o hotel disponibilizou-me um “lanche box”, ou seja, em linguagem de café, preparou-me a marmita para quando eu pudesse comer.]

 

Hoje estou um pouco mole. Mas penso que seja por toda a mistura da viagem, do calor e de beber poucos cafés. Ando a tentar deixar de beber café, uma vez que a cafeína é prejudicial à fertilidade. Só ainda não deixei mesmo porque me dá umas dores de cabeça horríveis.

Por outro lado, ando também a reduzir no tabaco. Não é aconselhável deixar de fumar nesta fase por causa da ansiedade. Mas é aconselhável reduzir bastante. No caso de uma gravidez sim, deixar mesmo! Por enquanto apenas reduzir. Vamos ver como vão correndo as coisas, um dia de cada vez.

 

Fiquei com algum receio quando, há uns tempos, li isto: http://demaeparamae.pt/artigos/fertilizacao-in-vitro. Principalmente o excerto onde refere que “Esta fase implica sintomas como: transpiração excessiva, rubores, tonturas, insónia e secura vaginal.”

Até agora, graças a Deus, ainda não tenho razão de queixa. Claro que tenho transpirado imenso, mas quem não o faz com o calor que se faz sentir por todo o país?!

Como se costuma dizer “Vamos andando e vendo”

Anúncios

2 thoughts on “FIV #1 – O começo

  1. Ainda bem que não tiveste sintomas, cada corpo é um corpo e nem todos reagem da mesma forma.Não há muito a dizer. Desejo-te boa sorte. Ficamos à espera de notícias.(Para mim, mais dificil q deixar o café, é deixar o chocolate…)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s