Sobre festas

Quero casar com ele. Por civil e pela igreja. Mas não tinha noção de que um casamento era tão caro- não o casamento em si, mas toda a festa que implica, o chamado “copo de água”.
Quem queremos ou não convidar, quanto se paga por pessoa no restaurante escolhido.. Enfim, uma data de coisas sobre as quais nunca antes tinha pensado.
Por outro lado, queremos ter um filho. E ter um filho implica, para nós os dois, um batizado.
Ora, casar é algo que pode ou não acontecer na nossa vida. Por ele não valia a pena, eu gostava mas não faço questão. Já o batizado de um filho [apesar de todas as incertezas do Kallmann quanto à possibilidade de ter um filho, a esperança é a última a morrer] é algo obrigatório para ambos. Portanto, chegámos à conclusão de que, casamento pela igreja sim mas em conjunto com o batizado de um filho.
De preferência dando ao filho a “responsabilidade” de menino das alianças- já que estará presente no casamento dos pais, que tenha uma participação ativa no mesmo.
E pronto, está é a nossa ideia. Se quiserem partilhar a vossa (sejam muitos ou poucos leitores) estejam à vontade, é para isso que serve um blogue, para dar a nossa opinião e ler outros pontos de vista..

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s