Sonhar acordada

Tenho noção de que sonho demais. Sei que ainda nem o primeiro filho tenho (e na realidade não sei se algum dia terei) e já estou a pensar se quero ter 1 ou 2. Mas gosto de sonhar.
É um sonho assombrado. Um sonho com medo da desilusão mas mesmo assim um sonho que vou continuando a sonhar.
Porque sonhar ainda não paga imposto e é das poucas coisas que podemos fazer sem ter de dar justificações e sem ter pessoas alheias a criticar.
Sonho acordada muitas vezes, principalmente desde que comecei a tentar engravidar.
Sonho quando vejo grávidas, sonho quando vejo mães com as suas crianças, sonho muitas vezes. Se calhar vezes demais.
Enquanto sonho sou mais feliz porque sonho com o que desejo, independentemente da realidade. Quando penso na realidade dói mais. Eu sonho com “quando tiver um filho..”
A realidade é “se eu tiver um filho..”
E não é apenas uma questão de português matreiro, é muito mais que isso. É a diferença entre o desejo e a realidade. A diferença entre a concretização e a falha. Entre tentar querendo e conseguir.
Sempre fui um pouco assim, sonhadora.
Contento-me com pouco mas sonho muito.

image

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s