Acordar domingo com o negativo

Acordei mal disposta. A arrotar em jejum.
Sexta à tarde andei mal [dizem que é um vírus que anda aí]. Sábado fiquei muito melhor, então decidimos ir jantar uma pizza [exato, sem comentários].
Domingo acordei enjoada, com vómitos mas sem conseguir vomitar. Comecei logo a imaginar coisas (quem nunca?). O meu avô fez anos, era suposto ir ao almoço.. Com a má disposição que estava não me arrisquei a fazer a viagem.. Liguei para a minha mãe a explicar o que se passava e a dizer que não ia arriscar por-me a caminho.
Resposta da mãe:
– “Olha, eu não te quero dar esperanças mas o teu irmão começou por ser uma gastroenterite. Fizemos numa altura em que o médico disse que eu não engravidaria. O que te mandaram tomar da IVI? Tens feito alguma coisa?”
– “Sim, ando a tomar um medicamento não contracetivo e temos feito “alguma coisa””.
Quando lhe disse que tinha cá um teste de gravidez, não descansou enquanto não o fiz.
– “Se der negativo tens de ser medicada, não podes andar assim”
Lá fiz o teste. [Tinha cá um copo de urina que usei para facilitar os 10 a 15 segundos de chichi na tira absorvente].
E esperei.. Os 3 minutos mais longos da minha vida. E deu negativo..
Confesso que não fiquei muito desiludida, porque estava a fazer o teste e a dizer para a minha mãe que era um perfeito disparate porque, infelizmente, a probabilidade de ser um vírus era muitíssimo maior do que a de estar grávida.
Claro que foi preferível tê-lo feito. Caso contrário não teria tomado qualquer medicamento [por via das dúvidas ando a evitar medicamentos ao máximo] e passaria o domingo a sonhar.
E assim se passou uma manhã de esperança e desilusão.
Ontem já acordei melhor. Parece que foi uma espécie de gastroentrite. O tal vírus dá febre e isso eu não tive (graças a Deus). E hoje também estou bastante melhor, quase fina de todo.


Aqui está ele. Para quem não sabe, o positivo teria mais um traço – junto ao T.

[E se tivesse apenas o traço junto ao T seria considerado inválido e teria de o repetir]

Anúncios

8 thoughts on “Acordar domingo com o negativo

  1. Querida Smurfina, como te compreendo tão bem 😉
    Durante estes 6 anos, sempre que fiquei doente (constipação, gripe, gastroenterites), tive sempre receio de tomar medicação… era sempre à última…. 😉
    O bichinho da esperança está sempre dentro de nós, mesmo quando nós dizemos que não e quando todas as probabilidades estão contra nós…
    Beijinho grande!!!!

    Liked by 1 person

    • É verdade.. Por mais que tentemos, acabamos por viver a nossa vida em função deste desejo.. Podemos ter uma vida normal, mas em questões de saúde qualquer coisinha nos dá esperança e faz-nos mudar certas atitudes em função da esperança 😦
      Beijinho grande *

      Gostar

  2. Não deve ser fácil lidar com esse nível de desilusão… Mas pronto, antes fazer o teste logo do que ficar a imaginar o melhor cenário por mais tempo e o rombo ser mais depois.
    Agora o importante é mesmo curar esse vírus! As melhoras!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s