A (não) relação entre a gravidez e a morada fiscal 

Como já disse várias vezes:
– estamos a viver na vila dele mas eu sou de uma cidade.
– na “minha” cidade falo do meu síndrome e dos tratamentos sem problema; na vila dele (quase) ninguém sabe que há um problema.

Ora, para fazer as análises hormonais (receitadas pela Dtra da IVI) claro que fui à “minha” cidade.
No final da marcação de vez para tirar sangue, o senhor pergunta-me:
– Está grávida?
Ao que eu respondo:
– Não.. Mas pode por aí que sim porque a minha morada fiscal ainda é cá.
Escusado será dizer que o senhor repetiu a pergunta porque percebeu que eu não tinha ouvido bem 😂

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s