Já nasceu

Desculpem, estou em falha para convosco.

A nossa princesa já nasceu. Com 3,195kg e 48cm

Nasceu 10 dias antes da data prevista porque eu perdi líquido amniótico.

Graças a Deus foi tudo detetado a tempo, provocaram o parto, o corpo não reagiu por isso fizeram cesariana.

A nossa princesa nasceu saudável e agora somos 3. Temos a nossa família completa!

Gastámos algum bastante dinheiro e andámos 4 anos a lutar. Se valeu a pena?

Não há dúvida que sim!

Valeu a pena toda e cada viagem para Coimbra, Porto e Lisboa com mais ou menos esperança!

Valeu a pena cair e voltar a levantar!

Valeram a pena as 2 interrupções de tratamento, a não fecundação e o negativo para terminar com o positivo!

Valeram a pena o descolamento de placenta, as preocupações com alimentação por causa da toxoplasmose e a perda de líquido amniótico para ter agora a nossa guerreira nos nossos braços!

Só percebemos o quão fortes somos quando nos colocam à prova.

Agora, olhando para trás, percebemos que tanto nós como a nossa princesa fomos mesmo uns guerreiros. Nunca desistimos e agora estamos juntos, agora somos uma família de três!

Serve a nossa história para vos mostrar que é possível! Que não devem desistir.

Enquanto tiverem dinheiro [infelizmente sem dinheiro não se consegue nada quando falamos de infertilidade] não desistam! Acreditem que tudo vale mesmo a pena!

Como já tinha dito, este blogue deixa de fazer sentido porque a luta contra infertilidade acabou [graças a Deus] mas não o apago. A nossa história fica aqui publicada e o email deste blogue continua ativo.

Qualquer coisa de que precisem não hesitem. Eu continuo deste lado para vos ler e ajudar no que puder!

Anúncios

Contacto com a IVI

Pois que chegámos a uma decisão: quando eu acabar a substituição que estou a fazer, vamos fazer tratamento na IVI Lisboa. Em princípio para Ovodoação.
Não estamos com muita vontade de gastar dinheiro sem esperança. Preferimos gastar logo mais dinheiro mas com maior probabilidade de resultado positivo.
Posto isto enviei, na sexta-feira passada, um e-mail de pedido de contacto sem compromisso. Telefonaram hoje.
Enviaram um dossier super completo (com orçamento incluído). Foram mega simpáticos e ficaram de ligar novamente em maio.
Porquê só em maio? Porque eu termino a substituição no último dia se abril e ainda tenho de ir a Coimbra pedir o processo para levar para a primeira consulta. Assim, peço um prazo em Coimbra para poder agendar primeira consulta na IVI Lisboa.
Nessa primeira consulta trataremos de tudo: vamos mostrar os exames que temos e conversar sobre FIV com ou sem Ovodoação (com o nosso histórico está fora de questão falar de coito programado ou inseminação artificial).
Quanto ao dinheiro que vamos gastar é ter esperança no positivo. Se não der logo se vê! Numa coisa vamos poupar: Vou ficar em casa da minha prima durante o tratamento, porque andar a caminho de lisboa sai caríssimo. E o Smurf vai lá ter (nos últimos dias, ou só na punção, logo se vê).

[Até nisso foram atenciosos. Notaram em que distrito vivemos e falaram sobre a IVI Vigo, que é mais perto da nossa localidade, uma vez que em Portugal IVI só Lisboa e Faro]

ivi

E amanhã? Ovodoação é opção?

Amanhã temos consulta. Amanhã vamos saber quais os próximos passos.
A enfermeira disse-nos para pensarmos na ovodoação porque, dependendo do resultado da análise anti-mulleriana, pode ser uma opção.
Sinceramente, se for essa a opção acho que vamos aceitar e perguntar quais os próximos passos. Pelo que percebi da enfermeira, ovodoação no público só no porto.
Ovodoação foi o que idealizei quando começámos a Reprodução Medicamente Assistida? Não, mas se tiver de ser, será..
A ver vamos..
Juntos os dois, a tentar muito ser três!
image

Seria mas já não será

A punção estava prevista para amanhã. Se tudo tivesse corrido de forma normal.
Eu costumo pensar que ‘nada acontece por acaso’. Desta vez não compreendia o motivo da interrupção. Agora tudo parece começar a fazer (um pouco) de sentido. Tenho andado super ocupada com as tais 1001 coisas [assunto denominado apenas 1001 coisas]. Onde questões têm de ser clarificadas e decisões importantes têm de ser tomadas.
Talvez tenha sido por isso, não sei. Mas continua a não fazer sentido pelo facto de ter a proposta estágio-perfeito pendente, e cada vez mais complicado devido às faltas que a FIV me obrigará a dar. Faltas incertas, que não posso avisar antecedentemente. Sei que vou em determinado dia mas, só depois das análises e ecografia é que me vão dizer quando terei de voltar…
Não sei o que o destino tem reservado para mim. Para nós. Só com o tempo saberemos.

Por enquanto sei que será uma semana de decisões importantes, em diferentes aspetos. Em aspetos profissionais que poderão fazer a diferença no meu futuro. Coisas que podiam ser facilmente modificadas, se existissem máquinas do tempo e pudéssemos andar para trás, sabendo o que já sabemos hoje! Mas ‘o que não tem remédio, remediado está’ portanto, se não posso alterar o passado, tenho é de pensar no que posso remediar no presente para melhorar o futuro!

O que de mais certo temos é que continuaremos juntos os dois, com o desejo de um dia passarmos a ser três!