Este ano é Natal cá em casa

Este ano há outra vez árvore de Natal e presépio cá em casa!
O presépio sempre me fez sentido, a árvore nem por isso. Mas este ano comprámos uma pequenina para iluminar o presépio que foi colocado ao seu lado e a entrada de nossa casa.
Os desejos já vocês sabem: Que tudo corra bem e sejamos pais em 2017 =)
download

E vocês, fazem árvore de Natal? Presépio? Que mais utilizam para enfeitar as vossas casas nesta época?

Anúncios

Dezembro

Chegou o último mês do ano.

  • Mês de balanços e previsões/promessas.
  • Mês do aniversário do Smurf.
  • Mês do Natal e do final do ano/início de outro.

Os dias estão cada vez mais curtos.

  • Acaba a hora de almoço e começa a escurecer.
  • A chuva aparece de vez em quando, tentado dar o ar da sua graça, sem a mínima piada.
  • O sol anda mais presente, ainda que falso e pouco quente.
  • A neve já visitou alguns pontos do país.

O frio é uma constante.

  • As pessoas vestem os agasalhos mais quentes e resgatam gorros, luvas e cachecóis.
  • Das chaminés sai fumo, das janelas luzinhas coloridas a piscar.

Está a chegar A época familiar.

  • A festa familiar do ano é sem duvida o Natal. Pode haver várias em cada família mas nenhuma como o natal.
  • As crianças escrevem cartas ao pai natal. Os adultos fazem contas e procuram as melhores promoções.
  • A família começa a falar sobre como vai ser A festa este ano.
  • Os presépios e as árvores de natal estão montados e as luzes iluminam as salas estar.

 

Em dia de Natal outra gravidez

Agora da prima direita que não queria contar da outra prima.
Pois é, acabamos de trocar as prendas e ela diz “agora uma surpresa. Para o ano, se tudo correr bem, somos mais um”.
E eu só tive vontade de chorar. Ya, fiquei feliz por ela mas ela nem sequer estava a tentar.. Estava naquela de “já estou quase no limite da idade e se vier ok” (e eu, até hoje, pensava que ela nem sequer queria ter filhos). E de repente sai esta bomba..
Logo a seguir vira-se para mim e diz “e tu és a madrinha”. E aí não aguentei e chorei. Aproveitei esse momento para saírem às lágrimas, que já estavam à beira dos olhos desde que ela tinha feito o anúncio. 
E pronto, a minha mãe agora não fala noutra coisa..
Está só de um mês e ainda é segredo. E eu espero que corra tudo bem e que seja madrinha no verão..
Mas, no fundo, custa um bocadinho claro que custa.. Vai ser uma gravidez que vou acompanhar de perto..

Dezembro e o Natal sem árvore 

 
Era assim que devia ser, mas não é.
Dezembro é o mês do Natal – a festa que reúne a família!
Mas, e quando a família não está completa? Quando o nosso maior desejo é um filho que não chega?
É mais um ano que passou sem o maior sonho realizado. O tempo vai passando, não pára nunca. E o nosso agregado familiar continua a ser de dois membros. E não há data de quando seremos três. Não há data nem tão pouco certezas.
Há apenas esperança.. De que um dia sejamos três. E que em nossa casa haja uma alegre e colorida árvore de Natal.
Não, não fazemos árvore de Natal! Não nos faz sentido montar uma árvore de Natal só para os dois.
Mais perto do Natal montaremos um simples presépio e é apenas essa a nossa marca natalícia..
Temos uma árvore na arrecadação. Montámo-la nos dois primeiros Natais juntos, no tempo em que ainda não nos fazia falta um terceiro elemento. Só tencionamos voltar a montá-la quando for para enfeitar com a ajuda de um filho.
Para mim, a árvore de Natal é um símbolo de alegria e, acima de tudo, de magia!
Serve para alegrar a casa e para o Pai Natal deixar os presentes.. Ora, se ambos somos o Pai Natal um do outro não há necessidade de criar uma falsa magia cá em casa.. E não é uma árvore que vai alegrar seja o que for..
Muito menos a sua montagem – que isto de dois adultos montarem uma árvore só dá mesmo trabalho, a parte recompensadora é a de ter um filho entusiasmado, a ajudar a com a decoração da mesma.
Assim, sem criança, é trabalho em vão.
Sinceramente, por mim saltava o Natal e passava já para janeiro 😦

Natal

Quando estava a fazer o tratamento cheguei a sonhar com a época natalícia.
Comentei com ele ‘já viste que se der certo passo o Natal grávida?’
Era perfeito mas, sem fecundação, o sonho foi adiado.
Agora, em plena época natalícia tenho voltado a pensar nisso.
Se tivesse dado certo, neste momento, estaria grávida.
Não sei se é ou não por esta razão mas, este ano, nem dou conta das belezas desta época.
Ainda não me parece Natal.
Ainda não entrei no espírito natalício..

/home/wpcom/public_html/wp-content/blogs.dir/68f/72729420/files/2014/12/img_1482.png